vendredi 22 juillet 2011

Calder e a literatura francesa


22 de julho é aniversario de nascimento do artista plástico Alexander Calder, criador dos Móbiles e Stábiles com os quais nos trouxe a arte em movimento, relativa.

O trabalho dele influenciou os escritores franceses:
Michel Butor (que dispõe os fatos contados da mesma forma em que um móbile. Com Butor começa a ser quebrada a noção de tempo e espaço; e com seus livros ele traz a literatura como convite à viagem e a viagem como convite à literatura).

E Marcel Proust, com quem temos a primazia desse olhar relativo, que se move junto com a visão do personagem, ela muda durante a obra, se movimenta, algo muito humano, universal. Com Proust se realiza a quebra do tempo e espaço e entramos no mundo da consciência e do olhar em movimento.

Calder foi o precursor de tudo.

Calder: fruição e convite à reflexão e ao trabalho.

(Alexander Calder: Lawton, Pensilvânia, 22 de julho de 1898 - New York, 11 de novembro de 1976)



Imagem do site


A.Renard

Aucun commentaire:

Publier un commentaire