jeudi 27 septembre 2018

O perigo de uma única história, simplista e aniquiladora e mais reflexões com a querida Chimamanda Adichie

Chimamanda Adichie nasceu na cidade de Abba, na Nigéria, África. E cresceu em Nsukka, pois seu pai era professor e a mãe secretária na universidade da cidade. 
Desde sempre Chimamanda tem uma relação muito forte com a leitura e a escrita. Quando chegou o momento de cursar a faculdade Chimamanda foi para os Estados Unidos e estudou Escrita Criativa na graduação e  no mestrado trabalhou Estudos Africanos.
Chimamanda apresenta uma obra coesa, profunda, reflexiva, crítica e sensível. Ela já tem seis livros publicados e "Meio sol amarelo" foi adaptado para o cinema.

Ela também ministra wokshops de escrita criativa para crianças na Nigéria, entre diversos trabalhos desta mulher que nos mostra como cada um de nós é mais do que uma simples classificação.

Chegamos ao TED de 2012 "Le danger d'une histoire unique" (O perigo de uma única história) no qual, junto com Chimamanda, podemos refletir sobre:
as histórias que ouvimos e contamos quando só conhecemos uma pequena parte da história, com um relato parcial, corremos o risco de criar estereótipos e entender de maneira incompleta os seres que fazem parte desta história. Essa incompletude leva a enfatizar as diferenças entre nós. Quando na verdade os seres e os locais são mais ricos e complexos do que uma pequena classificação. Uma pessoa doente certamente tem mais histórias a contar além da sua doença, por exemplo.
Neste TED Chimamanda aborda também as questões de poder: Quem, Como, Quantas vezes, conta uma história revela interesses e domínio.
Ela nos mostra que quando ouvimos e acreditamos que existe só uma única história acontece o roubo da dignidade dos seres e locais relatados.

Coloco a seguir o TED completo com
legendas em francês:


legendas em português:



Todos os livros de Chimamanada são muito profundos.

Se você tiver liseuse Kindle pode baixar gratuitamente "Sejamos todos feministas": um convite à reflexão. Fique tranquilo, não há nada de simplista ou panfletário nesta obra
https://www.amazon.com.br/Sejamos-todos-feministas-Chimamanda-Adichie-ebook/dp/B00NXYVW4S?
                                                      
Há também o TED de Chimamanda sobre este livro. Podem assisti-lo, muitas, muitas vezes, entretanto leiam o livro também.
A partir deste TED Beyonce colocou um trecho dele na música "Flawless" (=Perfeita) e a respeitada Maison Dior criou a  primeira camiseta de toda a sua existência com o título do livro: Sejamos todos feministas.


Recomendo a leitura da entrevista de Maria Grazia Chiuri, primeira mulher a ser Diretora Artística da Dior desde que a Maison foi fundada em 1946 e que fez parte da criação da camiseta "Sejamos todos feministas" e de Chimamanda à revista Madame AirFRance.
Aqui o link, a matéria começa na página 189:  http://magazines.airfrance.com/publications/air-france-madame/185/files/assets/basic-html/page-189.html

A canção  "Flawless" com legendas en français:


Coloco também aqui uma entrevista bastante completa de Chimamanda a Jorge Pontual :


e o site oficial  https://www.chimamanda.com/


Chimamanda nos convida a reflexão, a observação do mundo, a um pensamento mais rico longe do simplismo e dos esterótipos. 

Chimamanda traz em todo seu trabalho a oportunidade para maravilhosas reflexões, nas quais a relação com o mundo pode tornar-se ainda mais transformadora, generosa e sensível.
bises,
Angelina

Aucun commentaire:

Publier un commentaire