lundi 5 novembre 2018

Bon appétit avec Julia Child: para virar qualquer coisa é preciso ter coragem

A alta e simpática Julia Carolyn Child nasceu em 1912, na Califórnia. Ela trabalhou em algumas funções para o governo americano e logo após a Segunda Guerra Júlia casou-se com Paul Cushing Child, membro do Serviço de Relaçoes Exteriores Americanas e artista, um homem muito generoso, sensível e que amava Júlia infinitamente.

Em 1946 Júlia e Paul Child mudam-se para Paris devido ao trabalho de Paul. E, neste momento, Júlia começa a viver a culinária francesa. No caminho de Paris, em Rouen, Júlia tem sua primeira refeição na França a qual Júlia descreve como: "-Uma abertura da alma e do espírito." 

Júlia sempre foi muito corajosa e chegou à Paris sem saber falar francês e sem ideia do que faria lá. Paul a questiona sobre o que ela deseja fazer e ela revela a descoberta da gastronomia francesa.

Com o incentivo incondicional de Paul, Júlia cursa a École Le Cordon Bleu e também torna-se aluna particular do grande Chef Max Bugnard. 

Julia Child começou a cozinhar aos 32 anos de idade, ou seja, sempre é tempo para viver o que é caro para nós.

Com sua dedicação e progressos na culinária francesa Júlia decide explicar para as mulheres americanas a fechada e intrasponível gastronomia francesa. Para que todos possam preparar pratos deliciosos e lindos em casa. Isto trouxe e, até hoje, traz resistência de algumas pessoas. Mas Júlia seguiu e ela popularizou a cozinha francesa para os Estados Unidos e para o mundo. Júlia mostrou que qualquer pessoa, com dedicação, pode cozinhar.

Júlia publicou livros com as receitas francesas em inglês, um trabalho imenso de transformar medidas, explicar processos culinários... e Júlia fez programas muito queridos e  populares de culinária.

Além de todo este trabalho, Júlia doou ao Smith College sua casa, seu escritório e sua cozinha. 

15 de agosto de 2012 seria o aniversário de 100 anos de Júlia, como homenagem o Google fez a imagem a seguir:



Júlia sempre diz a frase "-Ninguém nasce um grande cozinheiro, aprende tentando."

Júlia, com seu jeito autêntico, nos ensina muito mais do que gastronomia. Por exemplo, quando ela prepara uma omelete ao vivo em seu programa de cozinha e na hora de virar a preparação na frigideira uma parte da omelete cai sobre o fogão. Júlia recolhe a omelete caída, a recoloca na frigideira e nos diz: "-Para virar qualquer coisa é preciso ter coragem."

Júlia é uma professora excepcional, nos ensina o amor próprio, ela sempre está com seu colar de pérolas, nos ensina também a generosidade com o próximo e consigo mesmo, a persistência, a gratidão e a alegria. 

A seguir o programa de Júlia preparando a omelete


Em 2006 é lançado o livro Julie & Julia, no qual Julie Powell relata o desafio que impôs a si mesma de preparar todas as receitas do livro de Julia Mastering the Art of French Cooking em 360 dias e comentá-las no blog  http://juliepowell.blogspot.com/

A partir deste livro, em 2009, nasceu o filme Julie & Julia, com Meryl Streep no papel de Julia Child, impossível não se apaixonar por Julia.

A seguir o trailer do filme Julie & Julia:



Também temos o livro Minha vida na França, biografia de Julia feita pelo seu sobrinho, Alex Prud'homme.
Um trecho do livro: "...Tive sorte em me casar com Paul. Ele foi uma grande inspiração, seu entusiasmo por vinho e comida me ajudaram a apurar meu paladar, e ele me incentivou e me ajudou a superar os momentos de desânimo. Minha carreira, sem Paul, jamais teria sido possível."







Que Julia Child te inspire, te motive e alimente teu coração. 

E lembre-se da frase de Júlia: "-Não se lamente e tenha coragem."


Bisous,
Angelina.

Aucun commentaire:

Enregistrer un commentaire